Pessoas fora de série

Pessoas fora de série

Já percebeu que a cada dia é mais comum aparecerem gurus especializados em fazerem você mudar de vida? Quase sempre contam…


Já percebeu que a cada dia é mais comum aparecerem gurus especializados em fazerem você mudar de vida? Quase sempre contam histórias maravilhosas de como suas vidas mudaram de forma rápida, simples e quase sempre com bem pouco esforço. É disso que vamos falar hoje, o mundo não é tão meritocrata assim e mesmo as mentes mais brilhantes de todo o mundo contaram com fatores externos e principalmente SORTE. Mas chega de texto e dê o play.

 

Comente, nos siga nas redes sociais.

e-mail: contato@pensemundo.com.br

Facebook: Pense Mundo

Instagram: @PenseMundo

Twitter: @PenseMundo

Siga nossa revista lá no Flipboard: Revista Pense Mundo

Nos estrele no iTunes!

No related post

COMMENTS

  1. André Dorte Dos Santos

    setembro 29

    Oportunidades contam sim, mas para você ter a oportunidade você tem que saber aproveitá-las e estar disposto a pagar o preço disso.
    Mais do que sorte, esses caras souberam aproveitá-las, estavam prontos para isso e correram atrás também.

    Quando a gente quer, a gente não para enquanto não acha uma oportunidade (que se a gente parar para analisar bem, nos dias de hoje não são tão raras assim).
    Tem uma frase que eu acho muito interessante a respeito disto: “Eu acredito demais na sorte. E tenho constatado que, quanto mais duro eu trabalho, mais sorte eu tenho.”

    • pensemundo

      outubro 4

      Eles fizeram acontecer a oportunidade também acontecer André, mas acontece que o meu questionamento é, “Será tão simples?” tudo você precisa de análise e sorte. Netflix surgiram vários antes do que conhecemos e por que só o atual deu certo? Foi sorte de entrar no momento certo e sorte de ser aceito.

      Claro que precisamos abraças as oportunidades antes de qualquer coisa, faz parte do jogo, mas acontece que caminho fácil, rápido apenas com muita sorte e quem é um fora de série de verdade é preciso ter sorte além de competência claro. 🙂

      P.S: Desculpe a demora em responder.

      • André Dorte Dos Santos

        outubro 4

        Sabe o que mais me incomoda dessa supervalorização da sorte?
        Abre brecha de um pensamento derrotista e vitimista extremamente danoso.
        “Minha empresa não deu certo por que eu não tive sorte”
        Não teve sorte ou não soube enxergar as necessidades e oportunidades do mercado e atendê-las?
        Se a pessoa ir além do pensamento de que “Não tenho sorte”, a próxima empresa que ela abrir o quanto ela trará de aprendizados da tentativa anterior e o quanto ela irá simplesmente jogar em outra área como se fossem números diferentes em uma loteria?

        Você já leu algum livro do Napoleon Hill?
        Ele dedicou a vida a estudar pessoas de sucesso e descobriu que haviam vários tipos de atitude em comum.

        Concordo que condições ideais ajudam, mas estar na hora certa, no lugar certo e com os recursos certos é algo que depende muito mais da pessoa de alinhamentos cósmicos.

        Acho que uma alegoria interessante para fazer, é em relação ao surf, por exemplo. Um surfista não consegue fazer nada sem uma boa onda. Mas ele também não consegue fazer nada sem uma boa prancha e sem conhecer a técnica. E ele pode se informar para escolher a melhor praia e o melhor ponto dela também.

        • Eu.

          novembro 18

          Aposto que esse bosta deve babar o ovo da meritocracia.

    • Eu.

      novembro 18

      É muito fácil falar assim achando que a sorte não importa, quero ver você falar isso se você nascesse em um lugar sem uma boa alimentação, sem educação ou oportunidades e com um intelecto diminuto, sorte existe sim são vários fatores mas no final a sorte de estar na hora certa e no lugar certo importa e muito.

LEAVE A REPLY

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Please Add Widget